quinta-feira, novembro 22, 2012

Envelhecimento saudável: 4 coisas que você deveria fazer.


Todo mundo sabe que comer corretamente, se exercitar, e evitar o fumo e outros hábitos ruins aumentam nossas chances de ter uma vida longa e próspera saudável.

Se você está fazendo alguma – mas apenas alguma – dessa coisas, é melhor do que nada. Mas de acordo com um novo estudo, você provavelmente está perdendo todos os benefícios quem vem com um estilo de vida saudável.

No estudo, que incluiu 5.100 britânicos de meia idade, servidores públicos, que se engajaram em quatro comportamentos chaves — não fumar, beber moderadamente (bebidas alcoólicas), se exercitar regularmente, e comer frutas e vegetais diariamente — tiveram três vezes mais chances de evitar incapacidade, doenças crônicas, ou problemas de saúde mental por mais de 16 anos, quando comparados com pessoas que não praticaram nenhum destes comportamentos.

Cada um destes comportamentos, praticados isoladamente, aumentaram as chances do que os pesquisadores chamaram de “envelhecimento com sucesso” em 30% a 50%. Quando praticados conjuntamente, entretanto, os comportamentos parecem produzir um composto de benefícios maior do que a soma dos benefícios isolados.

As descobertas sugerem que seguir um estilo de vida saudável é bem parecido com coletar investimentos, diz Richard Birkel, Ph.D., vice presidente senior de saúde do National Council on Aging, em Washington, D.C.

“Tratando-se nosso corpos com cuidado e evitando-se substancias danosas por um longo período de tempo, os efeitos de saúde são combinados,” disse Birkel.
A ideia de que comportamentos saudáveis podem se amplificar parecer ser senso comum. (Se você se exercita diariamente mas come apenas fast food, por exemplo, você não conseguirá resultados máximos provavelmente.)

Veja quais são os comportamentos saudáveis que podem te ajudar a ter uma vida boa:


Pegue as escadas!
Em 2008, um pequeno estudo suíço descobriu que pessoa sedentárias que trocaram os elevadores pelas escadas cortaram seus riscos de morrerem prematuramente em 15%.”Isso sugere que subir escadas pode ter aplicações de saúde pública,” disse o pesquisador líder Dr. Philippe Meyer, à BBC. Uma olhada anterior ao dados do Harvard Alumni Health Study também descobriu que subir 35 ou mais andares de escadas por semana aumentou significantemente a longevidade quando comparado a pessoas que subiram menos que 10 andares por semana. Foto no Flickr de mariachily.



Pedale… mais rápido!
Ir Pedalandi para o trabalho é uma ótima maneira de encaixar exercícios no seu dia, passar um tempo ao ar livre e mesmo economiar gasolina. Mas uma pedalada lenta, pode te deixar menos suado(a) quando chegar no trabalho, mas não faz muito para aumentar seu tempo de vida do que se você “turbinasse” esses pedais. Um estudo dos Ciclistas de Copenhagen decobriu que o homem que pedala mais rápido vive mais que cinco anos a mais do que o que pedala lentamente, e a mulher que pedala rápido vive quase 4 anos a mais. Foto no Flickr de terren in Virginia.



Nade!
Uma análise de dados em 2009 do Aerobics Center Longitudinal Study decobriu que homens que nadaram regularmente tiveram um risco 50% menor de morrer do que homens sedentários – mas nadadores também tiveram uma taxa menor de mortalidade do que homens que andaram ou correram para se exercitar. Foto no Flickr de West Point Public Affairs.



Aperte o passo.
Um estudo de 2011 descobriu que pessoas que naturalemnte andam com um passo de 1 metro por segundo, ou mais, viveram mais do que os que andaram mais devagar. Mas o passo de caminhadas pode ser mais um indicador de longevidade do que uma maneira de aumentá-la, disse o autor do estudo. “Seu corpo escolhe a velocidade de caminhada que é melhor para você, e essa é a sua velocidade, seu indicador de saúde,” disse o pesquisador líder Dr. Stephanie Studenski ao MyHealthNewsDaily. “Sair e andar mais rápido não significa que você vai viver mais,” disse ela. Foto no Flickr de Justin Scott Campbell



Malhe 15 minutos por dia.
Algumas pessoa acham que para obter todos os benefícios da malhação, você deve suar por 30 minutos — ou mais. Mas com tantas pessoa lutando para achar 30 minutes na sua vida para isso, pesquisadores começaram a investigar se uma seção menor de suor poderia ser tão boa quanto. Um estudo de 2011 descobriu que quando comparadas às pessoas sedentárias, 15 minutos de atividade diária, como caminhada rápida, adicionou três anos de espectativa de vida, de acordo com a Reuters. Foto do Flickr de lululemon athletica.



Chute o balde!
Andar rápido, pedalar forte — há um tema comum em muitos dos benefícios dos exercícios: intensidade. Acima de tudo, atividades vigorosas parecem ter mais poderes de longevidade do que os exercícios não vigirosos, de acordo com um estudo de 1995. De fato, exercícios intensos podem dobrar os anos a mais que os exercícios moderados nos dão, de acordo com um estudo de 2005. Cinco dias por semana de caminhada por 30 minutos aumentam de 1.3 a 1.5 anos em nossas vidas, segundo o The Washington Post, mas exercícios intensos, como comer 30 minutos cinco dias por semana, resultam em 3.5 a 3.7 anos extra. Foto no Flickr de frankjuarez.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentarios e Sugestões